Regional de Limeira Acesse seu Webmail
10
jan

 

leitura - jpg

 

 

CPP-Limeira apoia o projeto 

 

Militante da área da cultura, sendo o criador dos grandes projetos artísticos que existem na cidade, como a Orquestra Sinfônica de Limeira, os festivais Canta Limeira, FestiAFRO e de Teatro, as Mostras de Dança e de Teatro, a Via-Sacra e o Verso e Voz, só para citar alguns dos exemplos; poeta, ator, diretor, cantor, compositor e produtor, o professor José  Farid Zaine lança o terceiro livro de sua carreira no dia 18 de janeiro, às 20h, no Espaço Cultural Engep. Intitulado “Para Não Morrer”, a obra reúne, em 94 páginas, poemas que falam sobre a vida, o amor e a morte. O lançamento do livro é uma realização do Centro do Professorado Paulista (CPP), regional de Limeira, e Espaço Cultural Engep.

Farid é membro da Academia Limeirense de Letras (ALLe) e Sociedade Literária Limeirense (SOLL), e já foi professor de escolas públicas de Limeira e da Universidade Federal de São Carlos. Publicou dois livros de poesias, “Caçador de Espumas” e “Trança – Poesia em Tempo de AIDS”, tendo participado de diversas antologias. É vereador eleito para o quarto mandato, atualmente licenciado para ocupar o cargo de secretário de Cultura no Governo Mário Botion. Ele é graduado em História Natural pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Rio Claro, e pós-graduado em Metodologia do Ensino de Artes pela Uninter.

2 - DSC_1886 (2)

José Farid Zaine: “Um poeta não quer guardar seus versos na gaveta”. 

Ao falar sobre o que o motivou a escrever “Para Não Morrer”, Farid lembrou de um trecho que consta no poema Parto, de sua autoria: “um dique na iminência de se romper”.

“Foi exatamente esse sentimento de urgência que motivou a publicação do meu novo livro. Um poeta não quer seus versos na gaveta, quer que cheguem às pessoas. Em ‘Para Não Morrer’ falo da vida, das paixões, da arte, do ofício de escrever e da morte, esse assunto tão incô modo, mas sempre tão presente. E os leitores podem tomar esses poemas como seus, se eles conseguirem traduzir seus sentimentos”, completou o autor do livro.

OPINIÕES

“’Para Não Morrer’ é um convite para passear entre palavras, por versos que animam sentimentos e nos ajudam a ver pelos olhos do poeta mais de um significado para um mesmo assunto. No livro, Farid elege como tema o instantâneo da vida e, contempla o das flores, o tempo (in) finito dos amores, percorre com agilidade as horas de medo, a fé, o silêncio íntimo das festas e a inquietação das horas de calmaria”, escreveu a jornalista Fabiana Lucato.

“Lendo os poemas deste livro, viajei na sensibilidade do poeta. Li versos na sua expressão máxima dos sentimentos”, pontuou a presidente da ALLe, Maria Eloisa Gonçalves de Oliveira Rossi.

“Quero parabenizar o autor por esse ‘filho’ acalentado em uma linguagem nostálgica e de fina poesia”, contribuiu a presidente da SOLL, Priscila Celles. Para a diretora do CPP, Dora Arcaro, tudo no livro é muito lindo e emocionante. “Seu espírito caminha entre agruras e venturas. Isso prova que a vida vai além da matéria. Você pode no momento não querer entender, mas também não pode negar sua vivência”, completou.

“Para Não Morrer” tem o prefácio assinado pelo jornalista Ronald Gonçales. “Em ‘Para Não Morrer’, Farid Zaine expõe esse nosso incômodo irresistível – e necessário – de uma maneira explícita e arrasadora. Ele resume as vezes em que, no meio disso tudo, nos sentimos apenas como um ‘pacote a ser lançado no meio de outros entulhos’. Não se trata de melancolia, dos clichês que tantas vezes buscamos para nos salvar. Não há nada a ser salvo, mas há sempre aquilo a ser sentido. E é preciso coragem para sentir”, considerou.

SERVIÇO

Lançamento do Livro: “Para Não Morrer”, de autoria de José Farid Zaine

Quinta-feira, 18 de janeiro, às 20h

Espaço Cultural Engep – Largo da Boa Morte, 118 – Centro

Entrada: Franca

* Cada exemplar do livro “Para Não Morrer” será vendido, na oportunidade, pelo valor de R$ 50.


08.01.2018 - APOIO - convite livro Farid